O impostômetro e a realidade

O IMPOSTÔMETRO

Tenho ouvido a mídia brasileira, principalmente as melhores rádios, noticiarem no decorrer do dia que o impostômetro instalado em São Paulo, naquele momento, mede uma arrecadação de impostos na ordem de "X" bilhões de reais. O escopo é sem dúvida levar o ouvinte crer que aquilo é um "assalto" ao brasileiro.

Comento com os amigos próximos que aquela notícia não tem a menor base por faltar informações comparativas.

O correto seria o repórter dizer: – "Neste momento o impostômetro retrata uma arrecadação de impostos de "X" bilhões e, nesse mesmo dia e hora do ano passado, a arrecadação apontada era de "Y" bilhões. Só assim se torna possível aquilatarmos se a arrecadação está subindo ou descendo.    Melhor que suba porque quando desce significa que a geração de riquezas (o Produto Interno Bruto) de nossa pátria, caiu.

Hoje (28.01.15), infelizmente, a Receita Federal noticiou que a arrecadação do ano findo de 2014 "caiu" 1,79%.    ¿E agora José?   Gostou?

Compartilhar Post?

Contate-nos por WhatsApp